Seguidores

sexta-feira, abril 17, 2009

Lili


Todos os dias pela manhã que é o horário (teoricamente) mais tranquilo aqui em meu trabalho, tento a medida do possível percorrer os blogs de pessoas que passei a admirar e considerar minhas Amigas. Pois ao meu ver Amigos são pessoas que mesmo sem saber nos dão exatamente o que precisamos no momento preciso.
Uma pessoa que tem me encantado sobremaneira é a Lili Laranjo, escritora talentosíssima que me presenteia com lindos textos e muito carinho.
Esse texto foi me deixando em comentário deste blog e como não poderia privá-los de tão belas palavras deixo-as como post. E aproveito para convidá-los a visitar a casa virtual da Lili, esta que traz em sua escrita toda a magia das palavras.

Obrigada, Amiga!


Caminho

Caminho para aqui e para ali.
Caminho muitas vezes sem destino
Caminho muitas vezes apenas por caminhar
Caminho porque quero estar viva
Sei que... quando deixar de caminhar...
A minha vida deixa de ser vida...
E eu não quero esse momento.
Nunca mais chegue...
Mas vou olhando ao longe
E vou-me preparando
Para quando esse momento chegar...
Eu sinta... que já percorri o caminho... - -- --------------------------apeteceu.me dizer coisas ...
Isto...é apenas poesia...

3 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Ana, você tem razão em tornar este poema uma postagem, é tão bonito!
E a gente bem que precisa de um pouco de beleza, né?
Obrigada por partilhar a sua conosco!
Beijos.
E que lindas as suas palavras no meu blog, obrigada!
Mas não quis fazer você chorar, não!

Elaine Crespo disse...

Muito bom poesia, né!
Adoro...
E quando vem com tamanha ternura e encantamento fica mais linda ainda!

Realmente nos lemos cada vez mais textos que nos fazem refletir ou sonhar!!!

Passamos por estes blogs neste universo virtual e descobrimos
pessoa belas e sensíveis que normalmente não conheceríamos!!

Adoro o teu e o de Lili e Minha chara Elaine!!

Parabéns pela beleza de sempre!!

Um belo fim de semana!!

Beijos
Elaine

lili laranjo disse...

Ana
Vou passando e com carinho deixo porque...gosto...
um beijo...




O VENTO



Queria ser
O que queria ser?
Queria ser vento…
Para ser livre…
Para te tocar
E te abraçar

E de mansinho
Chegar-me a ti
E sussurrar-te
Como gosto de ti…

E devagar
Devagarinho
Ia-te acariciando
E tu ias notando
Que eu estava aí…

E o vento
Ia crescendo
E mesmo com força
Gostava de o ser…
Para que visses
A força que tenho…

Força do vento
Vento tufão
E queria…
Poder ter-te…
Sempre na minha mão.


Lili Laranjo